Abertura: De terça a domingo.

Praça D. João III, 2

5210-190 Miranda do Douro

Cancioneiro Tradicional Mirandês reeditado

Cancioneiro Tradicional Mirandês

São vozes de homens e mulheres que remetem para vivências e modos de vida. Juntas fazem parte do património imaterial da Terra de Miranda e estão reunidas na edição fac-similada do Cancioneiro Tradicional Mirandês.

Já está disponível ao público a reedição do Cancioneiro Tradicional Mirandês, uma iniciativa da Direção Regional de Cultura do Norte, ao abrigo do Projeto Territórios Musicais – TERMUS. A parceria transfronteiriça une o Museu da Terra de Miranda e do Museo Etnográfico de Castilla y León na importante tarefa de preservação da memória da tradição oral musical em Portugal e Espanha.

Reeditada quase quatro décadas após a primeira edição, os registos contidos na obra integram, ainda hoje, o reportório musical dos grupos de música popular tradicional da Terra de Miranda.

É a música popular e religiosa, a dança e coreografia, as canções dos serões, dos fiadouros, das mondas, das ceifas, das trilhas, dos cardadores, de embalar, que dão corpo ao riquíssimo campo do património imaterial mirandês, reunido em dois volumes por António Maria Mourinho etnógrafo e fundador do Museu da Terra de Miranda, e Francisco Serrano Sequeira Baptista, responsável pelo trabalho de recolha publicado no segundo volume desta edição. 

A reedição do Cancioneiro Tradicional Mirandês visa a preservação e recuperação da memória da tradição oral musical, fundamental para a manutenção da cultura popular, num projeto com uma visão mais abrangente do património musical, no qual convergem tradição e modernidade: a tradição associada à memória e à herança cultural musical e a modernidade associada à normal evolução, adaptação e reinvenção das comunidades locais.

O Projeto Territórios Musicais – TERMUS é financiado pelo programa INTERREG V-A – POCTEP Espanha-Portugal, e prevê além da edição fac-similada do Cancioneiro mirandês, a edição, também em fac-símile, realizada pelo Museo Etnográfico de Castilla y León, de dois volumes do Cancioneiro de Folklore Musical Zamorano, de Miguel Manzano Alonso.

O projeto de cooperação transfronteiriça, designado coloquialmente por Raia-Raya, elege como tema comum a música e aposta na recuperação, conservação e valorização do Património Material e Imaterial relacionado com a música tradicional e popular do Planalto Mirandês e da província de Zamora-Espanha. Os dois volumes do Cancioneiro Tradicional Mirandês estão já disponíveis na loja do Museu da Terra de Miranda.